Recuperando/Reinstalando o Mac OS Mavericks do zero

Nesse post vamos tratar como reinstalar o Mac OS Mavericks do zero. A Apple distribui o Mavericks preferencialmente em sua loja online. E é difícil encontrar o sistema operacional em DVD. Como proceder a reinstalação então?

Para realizar a instalação do zero, você precisará:

1 – Um Pen drive de 2GB ou mais;

2 – Aplicativo da Apple chamado Recovery Disk Assistant.

Execute o aplicativo e siga as instruções para criação do USB loader no pen drive.

Criando Pen drive de recuperação no Mac
Criando Pen drive de recuperação no Mac

 

Após realizada a instalação no pen drive, realize o restart do Mac mantendo pressionada a tecla “option”. Esse procedimento, fará com  que o boot ocorra em modo de manutenção e um prompt será apresentado para escolha de qual sistema deverá ser carregado, escolha o disco criado no pen drive que deverá ter o nome Recovery e a versão do sistema. No caso do Mavericks (10.9). Esse procedimento também funciona com versões anteriores.

Mac OS boot loader com tecla Option
Mac OS boot loader com tecla Option

Será carregado um aplicativo com funcionalidades de manutenção de disco entre outros, com a tela semelhante a imagem abaixo:

 

Mac OS Utilities no pen drive carregado
Mac OS Utilities no pen drive carregado

Daqui em diante, basta escolher a opção que melhor se encaixe na sua necessidade. No meu caso, optei por reinstalar do zero, uma vez que minha máquina estava sendo atualizada a cada versão nova e esse tipo de atualização tende a deixar arquivos e configurações perdidas ou incorretas. Como todo os meus arquivos são armazenados em serviços na nuvem, a migração foi tranquila. O iCloud se encarregou de restabelecer minhas senhas, favoritos, contatos e tudo mais.

Resumindo, a máquina ficou com o mesmo conteúdo e mais rápida. Uma instalação da versão 10.9.3 em um Hard disk novo de maior capacidade, trouxe melhor performance, principalmente quando usando o Xcode e o Safari.

 

Testes e garantia da qualidade de apps

O mercado global de desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis esta  aquecido e deve permanecer assim por um bom tempo.  Cada vez mais soluções tem surgido e a disputa pela atenção do usuário esta bem acirrada.  Aplicativos que executem tarefas complexas e facilitem a vida do usuário tem chamado muita atenção. Esse aplicativos tem ganhado complexidade, ganhando diferentes funcionalidades e se integrando a diversas plataformas na internet.  Mas como manter a aderência aos cenários, realizar testes reais e receber um feedback sobre a experiência de usabilidade pessoas usando o seu app? Membros da equipe que esta desenvolvendo o aplicativo tem uma experiência viciada, justamente por saber como funciona e qual será a tela seguinte. Como testar com grupos de pessoas que nunca usaram aquele aplicativo ?

A equipe da  Testlio se propõe a realizar os testes do aplicativos de terceiros usando diferentes abordagens. Esse tipo de serviço pode ser bem interessante para startups que estejam começando seu negócio e não desejam ter custos fixos com equipes de testes de usabilidade.

Existem basicamente dois tipos de perfis na plataforma: donos de aplicativos buscando por testers e pessoas que desejam adquirir experiência testando aplicativos.  Assim, a Testlio realiza a ligação entre esses dois para que ambos atinjam seus objetivos, realizando a supervisão dos projetos e testes realizados.

Para aqueles que desejam aprender, será realizado um treinamento com profissionais experientes da área de teste, onde será passado o conhecimento necessário para realizar testes de cobertura de funcionalidades.

Conheça mais : Testlio

 

Computação na pesquisa da cura do Câncer

Sabia que é possível usar esse recurso de computação ocioso para auxiliar na pesquisa de cura para doenças como Câncer, Parkinson, Alzheimer e outros males que fazem vítimas todos os dias ?

Grandes centros de pesquisa estão empenhados em reproduzir os complexos cenários de simulação e testes de soluções utilizando modelos computacionais. Para executar o cenários e efetuar todos os cálculos, precisam de muito poder computacional.  A fórmula é bem simples, mais computadores, maior o número de cenários e pesquisas sendo realizadas em paralelo. Menor o número de computadores, maior o tempo de pesquisa e mais gente sendo afastados ficamos da busca da cura.

Para aumentar o pode computacional, esses centros utilizam computação baseada em GRID composta por milhares de computadores. Cada nó da GRID ( computador ) possui um programa que realiza o download de um problema e processa quando a máquina não esta em uso ( pode ser configurado ) e envia a resposta para o centro de pesquisa. Tudo isso sem a intervenção do usuário e sem perda de performance.

Eu estou usando o Folding@Home da Standford no meu Macbook. Abaixo algumas das telas do programa:

Tela inicial Folding home
Tela inicial Folding home

 

Dashboard de configuração de processamento
Dashboard de configuração de processamento

Na primeira execução, o programa escolheu o cenário 7812.

Esse é o processamento até agora :

Cenário em execução
Cenário em execução

 

Esses são algumas iniciativas que pesquisei :

http://folding.stanford.edu/

http://csn.cancer.org/node/255055

http://dceg.cancer.gov/tools/design/power

Vale a pena experimentar e ajudar.